História do Itaim Bibi

História do Itaim Bibi

Conhecido como Chácara do Itahy , que significa "pedra pequena" em tupi, o Itaim Bibi é conhecido como qualidade de vida.








Localização e Limites

Itaim Bibi é um distrito da cidade de São Paulo, localizado na subprefeitura de Pinheiros, na região sudoeste da cidade. Antigo loteamento de terras adquiridas pelo general José Vieira Couto de Magalhães, que, embora mineiro de Diamantina, formou-se em Direito pela Faculdade do Largo São Francisco e foi presidente do Estado de São Paulo.

Abrange bairros como a Vila Olímpia, famoso pela agitada vida noturna, com seus restaurantes e casas de dança, Brooklin Paulista e Brooklin Novo onde se instalaram várias empresas multinacionais nos últimos anos.

Como surgiu

O nome Itaim Bibi provém de uma chácara, um general e um apelido.

A história do bairro Itaim Bibi começou em 1896 quando o general José Vieira de Couto Magalhães adquiriu uma extensão de 120 alqueires, que era propriedade de Bento Ribeiro dos Santos Camargo.

Essas terras não tinham muito valor, pois eram inundáveis; sua função era meramente recreativa, para caça e pesca, e abrigava árvores frutíferas (principalmente jabuticabeiras). Embora não se tivesse casado, o general teve um filho, José Couto de Magalhães, com uma índia do Pará. Em 1898, com a morte do general, seu filho herdou o local, conhecido como Chácara do Itahy ("pedra pequena", em tupi).

Em 1907, Leopoldo Couto de Magalhães, irmão do general, comprou as terras por 30 contos de réis, fixando residência no lugar.

Bibi (bebê -> bibi) era como as escravas chamavam o filho do médico Leopoldo Couto Magalhães, dono da Chácara Itaí, que cresceu e virou o "Seu Bibi". A palavra Bibi viria a acompanhar o nome do bairro Itaim Bibi, antes chamado Rio das Pedras. A Rua Renato Paes de Barros se chamava Rua Bibi, em sua homenagem.

A Rua João Cachoeira leva o nome de um escravo da família que, vivia cantando e contando causos por ali.

A sede da chácara propriamente dita, hoje conhecida como Casa Bandeirista do Itaim Bibi, localiza-se no início da atual Rua Iguatemi. Tombada pelo Patrimônio Histórico, foi, porém, destruída pelos seus atuais proprietários. Antes, por vários anos, foi um sanatório (Casa de Saúde Bela Vista), fundado em 1927 pelo médico Brasílio Marcondes Machado, onde doentes mentais ou dependentes químicos de famílias abastadas se tratavam.

Com o falecimento de Leopoldo, o local foi dividido entre seus herdeiros. Leopoldo Couto Magalhães Júnior, também 'Bibi', que era conhecido por possuir um dos primeiros automóveis da região e pelo hábito de usar boné de bico, continuou residindo na casa até a segunda metade da década de 1920.

O filho de Bibi, Arnaldo Couto de Magalhães foi responsável pelo loteamento da chácara. Na década de 20, surgiram pequenos sítios de um hectare, vendidos a italianos vindos da Bela Vista/Bixiga, um bairro central. Eles produziam verduras e legumes para o abastecimento local e dos bairros vizinhos. Para diferenciá-lo do Itaim Bibi Paulista um suburbio de São Paulo, depois da Penha de França, os moradores da região passaram a referir o local como os “terrenos do Bibi”. Atualmente a antiga Rua do Porto leva o nome de Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior.

 

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Itaim Bibi_Bibi

 

 




Sobre o EncontraItaimBibi
Fale com EncontraItaimBibi
Anuncie no EncontraItaimBibi
Cadastre sua Empresa no EncontraItaimBibi (grátis)



Termos EncontraItaimBibi | Privacidade EncontraItaimBibi

Bandeira do Bairro Itaim Bibi